Início>Quais são os principais tipos de feedback? Veja a importância deles

Quais são os principais tipos de feedback? Veja a importância deles

Criado em: 3 de fevereiro de 2020Atualizado em: 17 de maio de 2022Categorias: Desenvolvimento pessoal6 min de leitura

Criar uma cultura de feedback na organização pode ser o passo que faltava para transformar o ambiente de trabalho em um espaço sadio e de comunicação propositiva. Mas você sabe quais são os tipos de feedback para aplicar no dia a dia?

Apesar dessa prática ser fundamental, ela exige um aprendizado consistente por parte de quem vai dar e quem vai receber o feedback. Do contrário, a proposta pode ter um efeito inesperado e até negativo.

Continue a leitura e descubra por que dar feedback é importante e de que forma você e os profissionais de sua empresa podem adotar esse método.

Entenda a importância do feedback

Para toda ação existe uma reação”. Você pode já ter ouvido esse ditado popular, mas será que já o relacionou com o feedback no ambiente corporativo? Pois é exatamente essa lógica de atitude e resposta que alimenta esse conceito tão importante.

Os diversos tipos de feedback são meios de um profissional reagir de forma verbal a alguma performance, seja ela de seu liderado, de seu gestor ou mesmo de um colega de trabalho.

Esse retorno sobre um desempenho ou uma ação realizada é fundamental para fomentar maior transparência nas relações. Assim, profissionais não ficam “no escuro”, sem saber se estão ou não atendendo às expectativas da organização.

Mas, indo além do feedback como recurso de comunicação, é possível usá-lo como instrumento de motivação e de desenvolvimento de pessoas. Afinal, quando ele é aplicado da forma correta, tem o poder de instruir, gerar crescimento e ser uma forma do gestor reconhecer o bom trabalho de seu time de talentos.

Veja os principais tipos de feedback

Usar essa ferramenta de comunicação pode ser extremamente benéfica para a saúde do clima organizacional, mas também pode trazer à tona sentimentos negativos e gerar conflitos. Tudo vai depender de qual dos tipos de feedback você vai usar.

Separamos abaixo os 4 tipos de feedback mais conhecidos no cenário corporativo. Confira e veja quais são ideais para adotar na rotina da sua empresa.

Feedback positivo

Seu último projeto ficou ótimo e deu excelentes resultados! Parabéns e continue assim”. O feedback positivo se parece um pouco com isso, já que tem como único objetivo celebrar uma performance que foi satisfatória.

Com esse movimento, um gestor consegue elogiar o profissional e, ao mesmo tempo, incentivá-lo a manter seu comportamento. Esse tipo de reconhecimento é fundamental no dia a dia, já que muitos colaboradores podem estar inseguros sobre a eficácia do seu trabalho. Com um feedback positivo, eles recebem um gás a mais para continuar sua atuação estratégica.

Feedback negativo

Já um feedback negativo tem o propósito de mostrar descontentamento com uma atitude ou uma performance. Um gestor pode falar “seu trabalho está aquém do esperado” ou “não gostei do comportamento que você teve na reunião com o cliente”.

O grande problema desse tipo de feedback é que ele tem um fim no discurso negativo. Não acrescenta mais nada ao profissional, então ele fica sem entender de forma mais profunda o que desagradou ou como ele pode fazer diferente na próxima vez.

Esse estilo de comunicação não é recomendado, já que pode gerar frustração e desmotivação. Além disso, profissionais que costumam agir dessa forma podem ser vistos como maus líderes, refletindo em uma performance fraca da equipe.

Feedback construtivo

O feedback construtivo, por outro lado, tem todos os itens que uma comunicação efetiva precisa ter. Ele começa “quebrando o gelo” e elogiando algum ponto positivo do desempenho. Em seguida, aponta questões que não estão agradando na performance do profissional.

No entanto, ele não para por aí. Em vez disso, parte para uma orientação sobre como o interlocutor pode aprimorar sua atuação, superar sua limitação e oferecer resultados muito melhores em uma próxima oportunidade.

É por ser tão completo que o construtivo é o mais recomendado entre os tipos de feedback. Ele mostra um desejo do líder em ajudar verdadeiramente seus liderados, colaborando para o desenvolvimento deles. O resultado são equipes mais motivadas e engajadas com a gestão e com seu trabalho.

Feedback ofensivo

Por fim, podemos citar o feedback ofensivo como o mais evitável entre todos os modelos acima. Ele, além de ser negativo, tem um tom que não é adequado para um ambiente de trabalho saudável. Esse tipo de feedback acontece quando profissionais ou gestores usam grosserias, preconceitos e até xingamentos para repercutir uma performance.

É fundamental lembrar que o feedback deve ser sempre atrelado às ações dos colaboradores, ou seja, não deve ser levado para o lado pessoal. Em situações de comunicação ofensiva, o funcionário desenvolve sentimentos negativos em relação à gestão e à empresa, o que pode levar à insatisfação e até mesmo ao desligamento.

Descubra como aplicar o feedback na rotina

Depois de entender a fundo os tipos de feedback e a importância de implementar esse recurso na empresa, que tal descobrir algumas boas práticas para se comunicar dessa forma com eficiência? Veja algumas dicas:

  • procurar adotar sempre o feedback construtivo é o melhor caminho, já que ele produz crescimento;
  • antes da reunião de feedback, é interessante criar um roteiro do que será falado e fazer uma análise do desempenho do profissional;
  • quando o feedback é para um profissional específico, é interessante que a conversa aconteça apenas entre ele e o interlocutor; assim, evitam-se constrangimentos públicos;
  • é importante ter atenção à linguagem usada, para que ela transmita os sentimentos e ideias corretas e não passe uma impressão equivocada; essa atenção precisa ser redobrada quando o feedback é feito por e-mail ou telefone;
  • para implementar uma cultura de feedback, é necessário ensinar não apenas a dar feedbacks, como também a receber e entender essa prática como um recurso de desenvolvimento.

Esperamos que este conteúdo sobre tipos de feedback ajude você a incentivar o uso dessa ferramenta em toda a empresa. Com certeza ela é um instrumento para profissionais mais seguros e em desenvolvimento constante.

A avaliação 360º pode ser um excelente meio para dar feedback para profissionais, equipes e gestores de forma completa. Quer entender mais sobre esse método? Confira no texto que separamos para você.

Compartilhe este artigo!

Postagens relacionadas