Início>Você sabe como otimizar custos com mobilidade? Descubra aqui!

Você sabe como otimizar custos com mobilidade? Descubra aqui!

Criado em: 16 de dezembro de 2020Atualizado em: 12 de maio de 2022Categorias: Gestão6 min de leitura

Existem problemas no universo corporativo que são sofridos pela maioria das empresas, independente do tamanho. Entre eles, sempre surge uma grande dúvida: como otimizar custos com mobilidade? Em geral, eles consomem uma parte significativa do orçamento da gestão de pessoas.

Como a redução de gastos tem se tornado cada vez mais imperativa para as organizações, é comum que gestores busquem alternativas para uma otimização do uso de recursos financeiros. Neste texto, falaremos especificamente dos valores investidos com transporte de colaboradores e como é possível gerenciar melhor esses custos.

Continue a leitura e confira a importância da gestão de mobilidade corporativa e como sua empresa pode administrar de forma estratégica os gastos nessa área.

O que é mobilidade corporativa?

A legislação trabalhista brasileira garante ao trabalhador que seus gastos com deslocamento para a empresa sejam cobertos. Com isso, organizações em geral oferecem vale-transporte ou vale-combustível para suas equipes, fazendo com que esses custos integrem o orçamento do departamento pessoal.

No entanto, não são apenas esses fatores que complementam a mobilidade corporativa. Questões como a satisfação e qualidade de vida atrelada ao deslocamento também pesam, já que o estresse no trânsito pode influenciar no humor, no absenteísmo e na produtividade.

Além disso, a gestão de mobilidade também se preocupa se todos os recursos investidos em transporte estão sendo usados corretamente e de maneira eficiente. Exemplificando, alguns profissionais podem não usar todo o valor do VT ou utilizar para outros fins, exigindo que o benefício seja revisto.

Mais um ponto é a sustentabilidade, um ideal cada vez mais buscado pelas instituições conscientes com o meio ambiente. Muitas práticas não favorecem uma economia sustentável e, mudando seu método de atuação, a gestão pode promover caminhos mais adequados que beneficiem a sociedade e o planeta.

Sendo assim, pensar na mobilidade corporativa vai englobar uma observação sobre todos os desafios que envolvem o trânsito e o deslocamento dos profissionais para a empresa.

Como otimizar os custos com mobilidade?

Mesmo que, às vezes, pareça que o orçamento de transporte está sendo administrado com máxima eficiência, queremos mostrar que existem diversas alternativas para otimizar e reduzir os custos com mobilidade na organização.

Separamos algumas soluções que o Departamento Pessoal pode adotar para conseguir mais flexibilidade e tranquilidade em seu financeiro. Veja a seguir.

Adotar novas opções de transporte

Um meio interessante para reduzir custos com mobilidade é adotar fretados para o deslocamento dos times de talentos. Essa opção de transporte corporativo é extremamente interessante se considerarmos o esforço exigido de muitos colaboradores para chegarem ao trabalho.

Enquanto alguns enfrentam o transporte público lotado, outros precisam aguentar engarrafamento e trânsito caótico. Imagine se eles pudessem começar a jornada de trabalho depois de uma viagem confortável e segura? Além de gerar economia com rotas mais inteligentes, essa solução permite maior pontualidade da equipe e mais disposição para uma produtividade satisfatória.

Investir na gestão do vale-transporte

Se o benefício adotado pela sua empresa é o vale-transporte, ainda assim existe um caminho para otimizar o orçamento. O uso desse recurso pelos colaboradores precisa contar com uma gestão eficiente para que não haja desperdício.

A gestão de vale-transporte tem sido implementada nas companhias com o objetivo tanto de conscientizar as equipes sobre o uso do benefício quanto de fiscalizar as práticas em torno dele.

Com a roteirização, por exemplo, o DP consegue identificar percursos otimizados e mais baratos para os profissionais. Por meio do sistema de gestão, também é possível descobrir se há uso indevido do VT como venda para renda extra e uso de terceiros.

Sugerir o transporte colaborativo

O transporte colaborativo não apenas é uma eficiente forma de otimizar custos com mobilidade, como também é uma prática sustentável para grandes cidades que sofrem com a poluição dos inúmeros veículos em circulação.

Nesse modelo, a empresa incentiva seus colaboradores a identificarem colegas que moram na rota realizada, agrupando dois ou mais profissionais em um só carro. O veículo pode ser pessoal ou da empresa, ou mesmo de serviços terceirizados. Enquanto a empresa economiza no vale-combustível, as pessoas poupam seus carros e não têm necessidade de dirigir todos os dias.

Reorganizar os horários de trabalho

Se sua corporação está situada em uma grande cidade, é muito provável que os contratados enfrentem um trânsito caótico nos chamados horários de pico. São momentos do dia em que a maioria das pessoas está indo ou voltando do trabalho, gerando lentidão nas pistas e lotação no ônibus e metrô.

Com isso, principalmente quem usa carros acaba gastando mais tempo e combustível para chegar ao local de trabalho. Esse problema poderia ser evitado ou reduzido com a flexibilização dos horários de trabalho.

Muitas organizações já estão adotando esse modelo, que permite que cada profissional faça seu turno dentro de um período mais amplo do dia, adequando seu deslocamento e otimizando sua rota. Além da economia, essa prática gera maior qualidade de vida e satisfação com a empresa.

Oferecer possibilidade de home office

O home office é mais uma solução para reduzir custos com mobilidade. Atualmente, a lei trabalhista ampara as organizações que desejam oferecer a possibilidade de trabalho remoto em alguns dias da semana para as equipes.

Como muitas funções podem ser executadas à distância com dispositivos tecnológicos, essa opção dá mais flexibilidade para profissionais trabalharem de casa. Eles podem driblar o trânsito, evitar dias chuvosos e passar mais tempo com a família. A iniciativa é ideal para quebrar a rotina de deslocamento muitas vezes cansativa e dar mais autonomia para os colaboradores.

Além da redução com valores de transporte e aumento do bem-estar, essa medida também favorece uma otimização do espaço corporativo e economia de recursos como papéis, energia e telefone.

Gostou das dicas? Esperamos que essas soluções ajudem o Departamento Pessoal da sua empresa a reduzir custos com mobilidade e otimizar o orçamento. Lembre-se de que, antes de traçar sua estratégia, é fundamental conhecer o perfil dos colaboradores e buscar medidas que sejam satisfatórias para as equipes e para os gestores.

Para complementar sua leitura, sugerimos que você conheça mais sobre a roteirização de transportes para a empresa. Esse conceito é ideal para administrar melhor os gastos do DP e garantir que o deslocamento dos profissionais funcione de forma inteligente. Boa leitura!

Quer saber mais dicas sobre gestão de pessoas e recursos humanos? Então, siga-nos nas redes sociais: Facebook, Instagram e LinkedIn.

Compartilhe este artigo!

Postagens relacionadas